quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Assume, Richarlyson!

Após muito bafafá, o Pudim lança a campanha Assume, Richarlyson. Primeiramente, muitos boatos de pessoas ligadas ao jogador já disseram que ele gosta de jogar no meio. A própria torcida do São Paulo, que deve ter boas fontes, não grita o nome do jogador no estádio, grita dos outros 10 (sic) heteros. E se o próprio foi "esclarecer" as coisas no Fantástico, é porque teme alguma coisa. E quem não deve, não teme, certo? Aliás, o Fantástico podia ter feito um teste nele naquelas máquinas de dizer a verdade...
" Você é homosexual? " (pausa de 5 segs pra pensar) - "não" .

Hahahaha...

Sei que isso tudo já está até soando como preconceito da parte dos são-paulinos e do próprio Richarlyson. Se a torcida não grita o nome dele, é porque não gosta de gays, logo, odeiam o apelido dado pelos rivais. Nisso as provocações só aumentam. Se eles cantassem lá no morumbi "baaaaaambiii...fiu fiu fiu", a zoação já teria parado. O Richarlyson então, está com vergonha de assumir o que é, e ao mesmo tempo discriminando pessoas que tem orgulho e não vê problema em jogar nos dois times. Onde fica o orgulho gay no meio disso tudo?

É por isso que o Pudim lança a campanha Assume, Richarlyson. Com tantos gays que já passaram pelo futebol sem assumir, teríamos pelo menos um, e do time certo.

E vale ressaltar também outra coisa. O "cara" vem jogando bem, e enquanto o meu, ou o seu time tem muito Machão perna-de-pau, o São Paulo tem um time que pode ter o BI.


Mesmo porque, assim como Romário que conseguiu patrocínios para o Vasco na época do milésimo gol, que era notícia em todo lugar, o Richarlyson também conseguiu um patrocínio novo pro São Paulo.



Clique aqui para participar da campanha, Assume Richarlyson. Em entrevista exclusiva concedida ao Pudim, o jogador falou que assume após as 24 mil assinaturas.