sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Personagem da semana - 4ª edição

Dia 5 de setembro de 1977, exatos 30 anos na quinta feira, a sonda espacial Voyager 1 foi lançada para uma empreitada que até hoje traz resultados!

Cumprindo perfeitamente o plano de visitar Júpiter e Saturno junto com satélites de ambos os planetas, atualmente a sonda ainda envia sinais de uma região de fora do Sistema Solar, do meio do nada.

Dois anos depois de lançada, a Voyager 1 chegou em Júpiter. Observou suas luas, anéis, campos magnéticos e radiação. Uma das mais famosas fotos que temos do planeta foi tirada pela sonda, onde mostra a Grande Mancha Vermelha, maior que a própria Terra:


(Nasa - clique na foto para ampliar)


Em novembro de 1980, chega a Saturno. Lá, estudou a atmosfera do planeta, junto com a da lua Titã.


(Nasa - clique na foto para ampliar)


E depois de ter cumprido a missão, ela seguiu seu caminho. Atualmente, ela está a 103 UA’s da terra (1 Unidade Astronômica = 1x a distância entre a Terra e o Sol). Pensa que é bastante? Bom, está além do Planeta-rebaixado Plutão e a qualquer objeto que orbite nossa estrela. A luz do Sol demora 8 minutos pra chegar à Terra. Pra chegar à Voyager, demora quase 14 horas. Longe. Ou não. Isso é cerca de 0,016 anos-luz. E a estrela mais próxima está há quatro anos luz. Andrômeda, a galáxia mais próxima da nossa, está a 2.900.000 anos luz.

Junto a ela, existe um disco de ouro com tocador com alguns dados bem interessantes: Músicas de várias culturas mundiais, mensagens de saudação em vários idiomas, incluindo o português e sons da natureza terrestre. No outro lado, imagens ensinando como reproduzir o vídeo, imagens da raça humana, localização do Sol e vários outros dados que uma possível civilização racional consiga decifrar.

Em fevereiro de 1990, um comando foi solicitado à sonda. Virar e fotografar tudo que deixou pra trás. Incluindo a nossa casa, a Terra.

A imagem retirada é uma das mais impressionantes já vistas. Mostra o tamanho da insignificância que somos frente ao que nos rodeia. E como nosso povo é mesquinho e idiota. A foto foi batizada de Pale Blue Dot (Pálido Ponto Azul), a pedido de Carl Sagan (escritor e cientista). É algo inexplicável.



(Nasa - clique na foto para ampliar)


Por esses e outros motivos que a Sonda Voyager 1, que comemora 30 anos essa semana é o nosso destaque,

E o PdB não vive só de bobagem.