quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Ciao!

Taí. Esse é um cara que eu não sei porque, pensei que jamais morreria. Simpático, com uma voz envolvente, um puta profissional, com uma empatia gigante, já jogou bola com Romário, conhece celebridades pop e tinha uma das vozes mais incríveis do mundo.
Nunca parei pra ouvir profundamente os trabalhos dele, apesar de já ter parados várias vezes a televisão pra ouvir uma música intepretada pelo cara, seja solo ou com os outros dois tenores amigos dele.



Que merda.