quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Post #200

Tá, não era pra ser esse o título, mas a ocasião não me deu outra escolha.

Mas então... como o nosso cérebro nos prega peças. Naturalmente, acontece uma vez que outra e nessa fotografia aí, só eu devo ter feito tamanha maluquice, mas vejam só... Estava na globo.com hoje de manhã:

Demorei quase UM MINUTO pra ver que era um negão careca com a cabeça no joelho. Antes disso, vi um vitral (a camisa dele, que por sinal é extramente fashion), com um cara na frente, de lado (o joelho é o ombro e desce fazendo o braço). A careca é uma bochecha de uma máscara? E ficou exatamente olhando meio que pra baixo. É ciclope? Puta merda!
O olho corre a imagem tentando raciocinar o que é, e NADA.

Me sinto um idiota ao não entender a imagem, parece que vou entrar em paranóia. Volta e meia vejo (ou deixo de ver haha) coisa assim.

Mesma coisa quando vemos um cubo só com contornos. Quem consegue ver o cubo e uma imagem plana com um losango no meio?
(ok, isso não é um cubo, é um paralepípedo.)


Chega, minha cabeça vai fundir.



UPDATE 1:

Não bebo desde sábado.

UPDATE 2:

Agora não consigo mais ver a imagem "original" e vejo facilmente o negão com a cabeça no joelho. :/