sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Sexta-feira é dia de filme no Pudim

Chegando fim de semana, seja galera que curte sair ou ficar em casa, a sugestão de ver um filme é sempre bem vinda.


Porém, se você é como eu que fica HORAS na locadora pensando em qual filme levar, os Beterrabas aqui estão pra dar sugestões e dicas de filmes. Não serão críticas nem avaliações minuciosas. Apenas comentários sobre filmes e você toma a decisão se vale a pena ou não, com uma forcinha nossa:



O ILUMINADO (The Shining)
Gênero: Suspense
Direção: Stanley Kubrik (1980) Quem disse que eu me aguentaria no aniversário do mestre SK e destaque da semana não colocar um filme dele aqui? Mas não vai ser só babação. O filme não segue o livro à risca. O próprio Stephen King se recusou a participar dos créditos. MAS a atuação de Jack Nicholson, o ambiente do hotel Overlook, e o HORROR que o filme passa, são... ... ...incríveis! Não é um terror pra assustar nem colocar imagens de mutilados estilo Tarantino. É pra curtir. Querer que ele acabe o mais logo possível. E que não acabe nunca.
Estatísticas PdB:

Diversão:
Impacto:
Dinâmica:
Nota final:


PdB Recomenda!


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~



MEMPHIS BELLE
Gênero: Drama
Direção: Michael Caton-Jones (1990)
Durante a Segunda Guerra Mundial, a principal luta dos pilotos era completar as 25 missões para voltar para casa. O filme retrata vigésima quinta missão da primeira Fortaleza Voadora (B-17) a completá-las. Esta consiste em bombardear a Alemanha de Hittler. O filme é baseado em um documentário sobre o Memphis Belle, e apesar de ser mais fantasioso, é muito bem visto pelos amantes da Segunda Guerra. Sugestão da leitora Carolina Assis.




Estatísticas PdB:

Diversão:
Impacto:
Dinâmica:
Nota final:


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~



AS BRANQUELAS (White Chicks)
Gênero: Comédia
Direção: Keenen Ivory Wayans (2004)
Dois policiais do patamar mais baixo da polícia recebem missão de investigar a ameaça de seqüestro de duas socialites. Para isso eles se passam por elas (e ninguém percebe) buscando investigar a identidade do seqüestrador e a reputação na polícia. Dá pra tirar alguma risada em uma que outra cena, apesar do filme ter a história forçada e um humor que temos que esboçar uma risada, já que não nos deixa em gargalhadas nenhuma vez. Só vale pegar se não tiver nenhum outro mais interessante.


Estatísticas PdB:

Diversão:
Impacto:
Dinâmica:
Nota final:



Sexta que vem, mais filmes.
Mande sua sugestão para o pudimdebeterraba@gmail.com