sexta-feira, 7 de março de 2008

Muito mais que um AK-47 e um Livro Sagrado

Qualquer grupo tem seu logotipo, lema, ideologia e paradigmas. Em vista da gigantesca diversidade lingüística e efeitos da globalização, pouquíssimas organizações ficam de fora dessa padronização mundial, seja oriental, ocidental, árabe ou índio. E os grupos terroristas / revolucionários / marxistas não ficam de fora.

Segue nesse post, o mais trabalhoso que já tive pro PdB, uma lista com os maiores grupos terroristas (segundo governo Ianque, com uma exceção) com seus logotipos e algumas informações.

Muito interessante para estudo e conhecimento das atualidades do mundo. Para interessados em Desenho Industrial, um prato cheio, que mostra que o "terror" não é composto de semi-selvagens. (Tá, tem uns desenhistas que abusam no paint)
Por trás de toda guerra e batalha, existe, e MUITO, cabeças pensando, ótimos estrategistas e mentes brilhantes. Vejamos o lado bom disso.



DFLP
Al-Jabha al-Dimuqratiya Li-Tahrir Filastin (Frente Democrática Para Liberação da Palestina)
País: Síria
Objetivo: Marxista-Lenista, tenta a independência da Palestina, sob regime socialista.

O DFLP usa as cor do socialismo e a estrela vermelha socialista, junto com as cores do islã, em formato de um arco-íris, representando a esperança. No centro, o mapa da região.



HAMAS
Harakat al-Muqawama al-Islamiyya (Movimento de Resistência Islâmica)
País: Palestina
Objetivo:
Independência da Palestina, aniquilação de judeus. Um dos grupos mais famosos do mundo, é idealizador de uma democracia para o Estado independente palestino. Ataca tanto militares como civis. É deles o Farfur, aquele ratinho cópia do Mickey Mouse que foi assassinado por judeus no programa infantil.

Leva no logo duas faixas com a bandeira palestina que envolvem duas espadas cruzadas ao centro que representam a luta, sobre a Domo da Rocha, local sagrado tanto para judeus como para o islã. Nas faixas, estão escrito "Não há deus além de Allah" e Muhhamad é o mensageiro de Allah". Na faixa de baixo, está escrito o nome do grupo. Já no topo, o mapa da cobiçada região.



TALIBAN
(estudantes, em persa)
País: Afeganistão
Objetivo:
Aliados da al-Qaeda, oponentes do Paquistão, Irã e do atual governo afegão, governou o Afeganistão até alguns anos atrás. Durante o governo proibiu televisão, internet, livros, música, mulheres que mostrassem o rosto e qualquer tipo de expressão artística. São amiguinhos do Osama, por isso, ostentam de grande poder militar.

Escrito em preto, sobre fundo branco, está a Shahada "لا إله إلا الله محمد رسول ال" . Se preferir, "lā 'ilaha 'illāl-lāhu Muhammadur rasūlu llāhi". Está presente também na bandeira da Arábia Saudita. Quer dizer essas três frases: "Não há outro deus além de Deus" "Muhammad é o mensageiro de Deus. Não outra divindidade além de Allah" "Muhammad é o seu profeta. Não há outro deus além de Allah" "Muhammad é servo e mensageiro de Allah."




Hezbollah
ḥizbu-llāh (Partido de Allah)
País: Líbano
Objetivo:
Xiitas mulçumanos, objetivam a destruição completa de Israel assim como a presença de judeus no Oriente Médio. Tem grande comando político no governo libanês. Era pra ser apenas um grupo de resistência, mas teve autoria de vários ataques que os denominaram uma organização terrorista, para os EUA e Israel (diferente da União Européia). Na organização do Líbano, desenvolveram e construiram várias escolas, hospitais e centros de educação, APENAS para mulçumanos.


Variando algumas cores, o logo leva fundo amarelo sobreposto com verde o Shi'a (símbolo xiita). O logo é uma estilização da escrita de "Mundo Árabe"/"Partido de Deus". Leva um Ak-47 no topo, junto com outros objetos como o globo, um livro, espada, entre outros. Sobre o logo, em vermelho, está escrito "Quem confia no partido de deus, deverá triunfar.". Abaixo, "A resistência islâmica no Líbano."



MIJP
Harakat al-Jihād al-Islāmi fi Filastīn (Movimento Islâmico de Jihad na Palestina)
País:
Síria
Objetivo:
Como os outros, desejam a soberania Palestina sobre Israel que não cansa de invadir o território deles. Extremistas, são contra outros grupos de independência palestina, que são acusados de receber muita influência do Ocidente. Tem apoio do Hezbollah. Como é do Jihad (conceito religioso de espalhar a religião islâmica), é repleto de homens-bomba e outros tipos de suicida. Também é conhecido pelo constante lançamento de mísseis contra a fronteira, matando vários civis, tudo com apoio do Hesbollah.

O logotipo mostra em destaque a região que consideram a Palestina, sobre as imagens do Domo da Rocha, sustentado por dois punhos fechados, representando resistência e luta. Acima, dois rifles, indicando a batalha.Em verde escuro está escrito "Allahu Akbar" (Deus é grande), presente também em bandeiras do Irã e Arábia Saudita. Em verde claro, Harakat-ul-Jihad-il-Islami fi Filastin (o nome do grupo). Em vermelho, um verso do Alcorão.


PLF
جبهة تحرير فلسطين (Frente de Liberação Palestina)
País:
Síria
Objetivos:
Mais um grupo da independência do Estado Palestino. Tem grande efetivo em campos de treinamento no Iraque. São conhecidos pelo seqüestro do navio italiano Achille Lauro em 1985 e a praia israelita de Nizanim. Participaram da Guerra do Líbano e atualmente está muito mais fraco do que já foi. Nas últimas eleições para governo palestino, fracassaram e não conseguiram nenhuma cadeira.

O logo leva uma estrela vermelha no topo. Isso indica ser um grupo marxista/leninista. O mapa verde a esquerda, indica a presença total do islã, aniquilando a presença israelita. Aquela coisa preta no lado, me parece ser um AK-47, o comprometimento com a luta armada. Têm uma lua crescente na esquerda, símbolo do islã, e no semi-círculo diz o nome do movimento. Utiliza as três cores sagradas.


Al-Aqsa Martyrs' Brigades
(Exército dos mártires da al-Aqsa)
País: Palestina
Objetivos: Ligado com o Fatah (maior partido político palestino) e liderado pelo falecido Yasser Arafat. São autores dos ataques mais cruéis aos judeus. Está se descentralizando e formando cada vez mais células que lutam pela independência Palestina.

Leva um escudo envolto pela bandeira palestina. Nele, o Domo da Rocha com dois Rifles e uma granada. Acima, está escrito um pensamento de guerra palestino (realmente grande). Abaixo, o nome do grupo. A disposição do logotipo mostra o sentimento nacionalista e de guerra do grupo.



Al-Qaeda

القاعدة‎ (A base)
País: Fundado no Iraque, mas com grandes bases no Afeganistão, Argélia, Paquistão e Arabia Saudita.
Objetivos: É o grupo mais cruel de todos os terroristas. Busca afastar a influência não-islâmica dos países e assuntos referentes à religião. Grupo do Osama, é o autor dos ataques de 9/11. É o mais organizado e globalizado (quem diria!) do mundo.

O logo ostenta um globo cinza sobre um fundo preto. Sobre o globo, o Alcorão, com um rifle e um punho apontando para cima. Ao lado, uma black flag. O globo representa a ambição mundial do grupo de profetizar o Alcorão. A mão, rifles e mais, representam o militarismo. Em amarelo, está escrito "Monoteísmo e Jihad".



Kahane
Kahane to the Knesset (Kahane)
País: Israel
Objetivos:
Grupo mais extremista Judeu. Tem apoio norte-americano, e se diz defensor do povo de Israel apesar de sempre avançar a infantaria em busca de soberania territorial. São anti-árabes, violentos e extremamente xenófobos.

O círculo azul que envolve uma estrela de Davi amarela, representando o povo judeu. Dentro dela, um punho fechado, representando a força militar. A cor amarela remete ao Holocausto.



Isso que deixei de fora as FARC (Colômbia), o GSPC (Argélia), o de Kosovo, o IRA (Irlanda), o ETA (País Basco) entre outros. Foquei apenas os da faixa de Gaza e Oriente Médio. Muito trabalhoso, porém divertido e esclarecedor.

PdB também é cultura.