quinta-feira, 12 de junho de 2008

Coisas do futebol.

É provável que quase ninguém leia esse post, mesmo porque, é só um desabafo mesmo. Os blogs também servem pra isso. heheheh

Muito se fala em justiça no futebol. Principalmente depois que o Brasil inventou moda trazendo os pontos corridos pro Campeonato Brasileiro. De lá pra cá, 5 campeonatos foram disputados, com 4 títulos pro estado de São Paulo. Não to querendo dizer que tudo isso é uma conspiração pros times mais ricos e influentes do Brasil serem os campeões, porque nos últimos 10 anos, contando até uma boa parte da era "mata-mata" (1998-2007) o estado de São Paulo conseguiu "apenas" 7 títulos, 3 pelo Corinthians, 2 pelo São Paulo e 2 pelo santos. E ainda assim nas outras três oportunidades, conseguiu o vice-campeonato, 2 vezes com o São caetano, e uma vez com o Santos.

O mata-mata levava para as decisões, times como são caetano, portuguesa, ponte preta, guarani, vitória, bahia entre outros, que não vão nunca mais ter chances de disputar o título do campeonato brasileiro.

Mas quanto à justiça no futebol eu pergunto.

O Sport vai longe no Campeonato Brasileiro? E então por isso o título da Copa do Brasil, tirando Inter e Palmeiras, dois super-elencos, eliminando também Vasco e Corinthians não foi merecido? Piada. Queria saber quem inventou essa historinha de justiça nos pontos corridos. O futebol nunca foi justo. O futebol é isso aí, ter um time mediano, chegar na final e ser campeão. Aliás, dois times medianos fizeram a final. E mais do que isso, a semi-final foi mediana, e nada injusta. Se a final fosse vasco e botafogo, não teria sido injusto, corinthians e sport passaram nos pênaltis, a loteria do futebol, que já definiu duas copas do mundo.

Sport campeão, e corinthians vice mostra que o futebol só é paixão, só é FUTEBOL por essas historinhas peculiares. O corinthians, rebaixado há pouco tempo, chegou na final numa jornada bonita e emocionante, jogando com o coração, assim como o Sport, que com um time ajeitadinho cheio de "perebas experientes", foi tirando times badalados pela mídia, jogando com a torcida e fazendo a lição de casa direitinho. Título do Nordeste, título para o nordeste, que já merecia uma festa dessa há mais tempo. Só não precisava ser em cima do meu timão, mas beleza!

A emoção de participar de final não tem igual, isso é tão "fato" que teve gente que comemorou mais ontem, a derrota do corinthians do que quando o próprio time foi bicampeão com rodadas de antecedência no Brasileirão do ano passado.

O futebol é maluco, injusto, futebol é momento. Eu por exemplo nunca vi lógica no gol fora, é o que contraria todos os argumentos de um babaca que fala sobre "justiça" no futebol. O resultado final entre corinthians e Sport foi 3x3, o que deu o título foi o "gol fora" critério maluco, que um dia te complica e outro dia te salva.

Estou arrasado. Mas vai passar. Se passou em 2000 contra o Palmeiras, essa de ontem vai ser fichinha. O foda é que em 2000 eu poderia faltar na escola e lamentar a quinta-feira em casa. Hoje, além de trabalhar, eu ainda tenho de aguentar essa gentalha galera que me conhece via internet hahaha. Brincadeira.

Um vice-campeonato não é fácil pra ninguém, ainda mais quando você é fanático pra caralho, seu time é um time de chegada, e você não está acostumado a perder em finais. Meu retrospeco de 1995 até os dias de hoje é bom. Comecei ser doente essa época, de lá pra cá me considero fanático ao extremo, e devo ter acompanhado 99% dos jogos do Corinthians.

Até ontem tinha sentido o sabor do vice apenas 3 vezes, de 14 oportunidades é uma média boa. De tão boa que é, amarga mais ainda a derrota de ontem. Olha que nem to contando que depois de 1995, felicidades diferentes o Corinthians me deu. No Carnaval e na Taça São Paulo de Juniores, abusou de dar timão. 8 vezes. 4 pra cada. O que sempre foi mais um prazer à parte para a nação Corinthiana (só quem é sabe).

Aliás, tem torcedor que desmerece a copinha são paulo. Devia lembrar que a maior briga do futebol mundial é pela final da super copa de futebol júnior de 1995, entre São Paulo e Palmeiras. E vale lembrar também, que o Carnaval, por mais sem graça que seja, já está virando rivalidade, já tem mancha e rosas de ouro dragões da real por aí, querendo brincar na "série A".

Sou torcedor mal-acostumado, parabéns pra quem já aguentou jejum de títulos. Tô há 3 anos e já tô me corroendo. Mas futebol é isso.

Pelo Corinthians, com muito amor, até o fim.