quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Caso do exame de visão

Tempo atrás, uma pessoa bem próxima de mim fez algo extraordinário num exame de visão, pra fazer a carteira de habilitação. Não vou dizer quem foi, pra preservar a imagem, sacanagem.
Então, como todo mundo sabe, o exame de visão consiste em ler algumas letras que estão num painel, gradualmente elas vão diminuindo até chegar a um ponto que apenas o Super Homem consegue decifrar elas. Então que essa pessoa que foi renovar tem problemas de visão apenas no olho direito, não prejudica para dirigir, mas pode fazer com que ele seja obrigado a usar óculos ao conduzir o carro.


Então lá foi, fazer o exame. No início, o médico mandou tapar o olho direito o olho ruim, e ler algumas letras no painel. Ilustrei a situação:




Normal, tapou o olho direito com o braço direito e leu. Tudo certo, olho aprovado.
Agora, o médico mandou cobrir o outro olho e ler algumas palavras. Certo que teria problemas para as letrinhas menores. E agora, o que fazer?
A-há!



TAPOU O MESMO olho, mas com o outro braço!
E quem acha que o médico viu? Passou batidasso!
HAHAHA

SENSACIONAL!