sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Carros de som e a política

A Francis Emilly Farias da Silva, filha da Dona Isabel Cristina Leopoldina Augusta Miguela Gabriela Rafaela Gonzaga de Bragança e Bourbon, nos enviou essa imagem. É complicado comentar, porque meu pai é candidato a vereador aqui na minha cidade e infelizmente se o candidato quer entrar no páreo, o carro de som é essencial.
Porque a galera não vota em "desconhecido", o candidato precisa aparecer, fazendo com isso seja uma ótima maneira de fazer campanha e atingir o seu público. Mas é claro tem de haver bom senso. Tem carro de som com música alta demais, alto-falante desregulado, que passa em hora incoveniente entre outros. Pelo menos nesses quesitos meu pai mandou bem. Sou totalmente imparcial em relação à sua campanha e acho que seu bom senso foi um de seus pontos fortes.


Mas e aí, qual sua opinião quanto aos carros de som? Clique aqui e manifeste-se, queremos ouvir.