sábado, 19 de janeiro de 2008

Ah...

Não vou conseguir responder todos scraps que me mandaram. Juntou vários e nem sei onde parei de responder. Então, só responderei os que eu receber a partir de hoje, desculpa pra galera que deixei sem resposta.

Quem ainda não tem eu adicionado, pode add aqui.

Guess who's back (back again)

Voltei!


Depois de 15 dias de férias com mulheres semi-nuas, comendo feito um cavalo e bebendo feito um camelo, estou de volta.
Foi incrível. Conheci pessoas muito fodas, me diverti pra caralho e fiquei mal acostumado. Agora, voltei pra merda da minha cidade, sem dinheiro e sem pessoas que gostaria que estivessem agora ao meu lado.

"Beba com a Moderação"
Moderação da reconstruída comunidade Green Day Brasil, com 80% do crew, primeira vez na história.
Pinga, Carol (), Dookie, Eu, Bozo, Henrique e Chile.

E só hoje consegui descansar. Logo que cheguei, imaginem o que eu tinha de trabalho atrasado (15 dias de serviço entulhado). E pra fechar com chave de ouro, tive ontem a noite formatura de um dos meus melhores e mais verdadeiros amigos. Incrível, mas o Marcio se formou na faculdade! Inacreditável!
Por isso, só agora estou tendo um tempinho pra voltar aqui. Peço desculpa a todos nossos amigos leitores e já estou providenciando incríveis novidades para o PdB 2008. Principalmente ao início do ano letivo.

Estou de volta e com novidades!
Aguarde, segunda feira o PdB (lado Julian) recomeça, com o novo destaque da semana e estabelecendo nossas atividades normais!

abraços
Julian

sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

Playcenter's Day

Antes de mais nada, queria dizer que a gente (julian e eu) acha LEGAL PRA CARAMBA quando vocês ficam enchendo saco de comentários pedindo posts, só porque ficamos algumas horas sem postar algo. Ontem 11 da manhã já tinha pedido de posts, e hoje, o dia todo. Até scrap e e-mail vocês tem mandado perguntando se a gente não morreu. Eu realmente gosto, porque significa que vocês sentem a nossa falta, (uhu) mas ao mesmo tempo é foda, porque desde o começo a gente se dedica pra caramba , temos tido retorno de visitas, o carinho de quem acessa, e-mails com sugestões e etc. Mas é um porre ver comentários bobos de quando a gente fica um dia sem postar.

Dessa vez quem cagou no pau foi o julian, que deu certeza que atualizaria ontem à noite e não atualizou. Se eu soubesse que ele ia dar uma de preguiçoso eu teria postado algo nos 30 minutos que estive em casa ontem. Porque fiquei o dia todo fora, e quando cheguei, fui direto pro jogo do corinthians.

Hoje, passei o dia no playcenter, e quando cheguei (há 10 minutos) vi que o julian tinha deixado vocês na mão (alguma coisa deve ter acontecido com ele também).

Mas tirando essa semana que eu e julian tiramos férias, o blog nunca tinha ficado mais de um dia sem post, e mesmo assim, semana retrasada avisamos que ficaríamos uma semana viajando e a média de posts seria baixa. Tanto é que o julian já foi viajar, e eu tomei conta sozinho, eu já fui viajar, e ele tomou conta sozinho tranquilo. E essa última semana que tomei conta sem ele, foram 12 posts em 5 dias.

E para não deixá-los mais um dia sem postagem, vou fazer o post do playcenter agora, e não amanhã como havia programado por causa do cansaço.

***

Lembram dos posts dos "logos despercebidos"?
aqui, aqui, e aqui

Pois é, como fui ao playcenter hoje, pensei em fazer um post com esse tema que havia "morrido" no blog e é um negócio legal, curioso e descontraído.


O símbolo forma as letras "P" e "C", de PlayCenter, e com cores divertidas, com formato meio irreverente, lembrando movimentos, "montanha-russa" e brinquedos que ficam de ponta-cabeça.

***


Mas agora quero falar um pouco sobre a minha ida de hoje ao playcenter, lugar onde eu não ia há uns 3 ou 4 anos.

Como me sinto loser na fila dos brinquedos. , eu entro na fila do boomerang, e me sinto na fila do carrossel. Um monte de crianças de 9 ou 10 anos encarando aqueles 3 loopings de frente e de costas. Incrível.

Quando eu ia no playcenter com 9 ou 10 anos, eu ia no splash cagando nas calças, saía com tontura do barco viking, e imaginava que o boomerang fosse coisa de gente maluca. Fora que até hoje na volta do boomerang eu fecho o olho na segunda curva ahahah. =X

Momento flashback: Hoje, também na fila, lembrei de como ficava puto com o povo sem noção que frequenta parques e principalmente o playcenter. Os babacas que ficam na fila, mesmo que estejam há 2 horas de entrar no brinquedo, não podem ver alguém dormir no ponto (deixar aquele buraco na fila) que já gritam "ôoo vai ôoo vai manoo", como se fosse mudar alguma coisa no andamento todo. Comentei com um amigo que nada muda naquilo com o passar dos anos, é incrível. Os caras do "kamikaze" continuam com as piadinhas do tipo, quer mais uma volta? Querem? Então vão dar uma volta no parque ha-ha, a galera que canta "bota pra subir, bota pra subir", no barco-viking, as filas enorme de sempre, a chuva no final da tarde, ou então o turbo drop em manutenção.

Pra brincar e provar um pro outro como são as pessoas, deixamos aquele buraco específico na fila, (que hoje estava pequena em todos os brinquedos) e shazam, alguém que eu não pude ver (sorte dele) gritou, "A FILA AOOWOE!"

Mas tirando tudo, é sempre um passeio à parte. Você nem espera e a aventura já começa na lotação no pau-de-arara (ônibus) do playcenter que busca a galera que fica na barra funda.
E hoje também pensei comigo mesmo: devo estar ficando velho. Passei mal com a acelerada que o cara deu na segunda vez seguida do double-shock, pela repetição do movimento do brinquedo, fiquei com o estômago embrulhado o dia todo. Não dei a mínima para a chuva, se fosse há 4 anos estaria correndo que nem bobo embaixo dela. E gastei mais dinheiro com comida e brinquedos de tiozão lá dentro do que com o próprio passaporte que "ganhei de grátis, totalmente free na faixa".

Curtam o fim de semana.
Beijos.


quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Ajude acabar com a Aids!

Campanha criativa feita no Rio grande do Sul. Um outdoor com a palavra Aids, formada por camisinhas.



Quem mandou foi a Jessica Shimokawa.

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Só pra constar...

...o julian estava brincando quando disse que a gente ganha dinheiro com os comentários!

Não ganhamos um real com esse blog, AINDA! =)

E espero que não estejam mais em abstinência de posts, e tenham certeza que essa semana ainda vai bombar, mesmo porque o julian chega de viagem quinta!

Cuidados com o I-doser!

Lembram do I-doser, que o julian postou como personagem da semana em dezembro?

O Eduardo Kawakami encontrou esse tópico sem noção na comunidade do I-doser, e mandou pro pudim como alerta pra galera!

clique na imagem para ampliar


Dúvida? Clique aqui

Essa moda de jogadores de futebol usando orkut está passando dos limites.

Inveje-me, Alexandre Pato...

Humpf!

clique na imagem para ampliar


É estranho ser "conhecido" na internet. Às vezes procuro por "bruno dookie" no search "topics" do orkut, e me citam em cada comunidade estranha, dizem também coisas estranhas, engraçadas, legais, bestas, mentiras e etc. E toda vez que eu procuro, acho uma coisa nova que ainda não tinha visto antes. Vale lembrar que eu não fico uma vez por semana fazendo isso, faço geralmente naqueles dias que não há mais o que fazer e não chega nenhum pouquinho de sono. Ontem me mandaram esse tópico ahahaha caguei de rir.

PDB groupies!

Olha o que a Mariana Schneider aprontou!


Scaneou a mão mostrando que ama nosso blog :)

Que fofo.

Quem quiser aparecer no blog com "I love pdb", é só mandar a foto, que a gente publica as melhores.

Para os machos, inventem algo que seja menos "gay". PdB rock's pode ser, que tal?

pudimdebeterraba@gmail.com

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

E meus royalties?

Não sei se conhecem essa comunidade, ou se conhecem, sabem que ela é minha. Mas o que importa é que fui plagiado pela Kibon.


clique na imagem para ver a comunidade


Clique aqui e veja do que estou falando.

Praias lotadas!

Praia pra mim já nem é tão foda, quando se parece com o metrô da Sé as 6 da tarde então, prefiro nem imaginar como seria se eu estivesse lá no meio.









Enviado pela mari schneider

Pato sou eu

Pato brilha ao lado de Ronaldo em estréia no Milan


Nunca fui e não sou de invejar as pessoas, mas hoje conversando no msn sobre o pato e o jogo do milan pensei:
Pô, como se não bastasse estar milionário desde os 18 anos, o filho da puta joga na europa e ao lado do ídolo de um monte de moleque de 18 anos, joga ao lado do melhor do mundo, ao lado do pirlo, do dida e etc.
E ainda quando chega em casa, relaxa ao lado da garota que fui apaixonado desde a época que assistia chiquititas. (stephanny brito)
Pelo menos mereceu, porque tem certo talento. Não é igual alguns perebas que vão pra europa, e mal sabem dominar uma bola. Mas ela ainda é muito pra ele. E tenho dito!

E digo mais, se ele tivesse orkut, ele seria desses que colocam a foto do namoro de dez dias, com um s2 na legenda dizendo "amo essa guriaaaa". Ahahahahah.

Marias-chuteira :(

Pelo menos são um pouco melhores que as maria-orkut!

Mas vai ser pro marketing dela. Hehe. Talvez após terminar o namoro, o "passe" dela valha o triplo, como aconteceu com a "fodedora" da praia!


domingo, 13 de janeiro de 2008

eseehC

Enviado por "Kacike Rose", a foto mostra um vendedor de "queijo na brasa", que escreveu ao contrário. E não foi efeito "tekpix" porque atrás está escrito normal!


Deve ser pra conseguir ver pelo retrovisor, tipo nas "bulância" que tem por aí!

Auto-zoação!

Meu time caiu, agora aguenta, né? Mas o Vinicius Bandoli mandou um print engraçado, e espero
(tenho certeza) que não seja uma previsão.

clique para ampliar

Post podre publicado pelo Pudim

Coisas que a língua portuguesa permite!

Enviado pela juliana macedo.


Pedro Paulo Pereira Pinto, pequeno pintor Português, pintava portas,
paredes, portais. Porém, pediu para parar porque preferiu pintar
Panfletos. Partindo para Piracicaba, pintou prateleiras para poder
progredir.
Posteriormente, partiu para Pirapora. Pernoitando, prosseguiu para
Paranavaí, pois pretendia praticar pinturas para pessoas pobres.
Porém, pouco praticou, porque Padre Paulo pediu para pintar panelas,
porém posteriormente pintou pratos para poder pagar promessas. Pálido,
porém personalizado, preferiu partir para Portugal para pedir
permissão para papai para permanecer praticando pinturas, preferindo,
portanto, Paris. Partindo para Paris, passou pelos Pirineus, pois
pretendia pintá-los. Pareciam plácidos, porém, pesaroso, percebeu
penhascos pedregosos, preferindo pintá-los parcialmente, pois
perigosas pedras pareciam precipitar-se, principalmente pelo Pico,
porque pastores passavam pelas picadas para pedirem pousada,
provocando provavelmente pequenas perfurações, pois, pelo passo
percorriam, permanentemente, possantes potrancas. Pisando Paris, pediu
permissão para pintar palácios pomposos, procurando pontos pitorescos,
pois, para pintar pobreza, precisaria percorrer pontos perigosos,
pestilentos, perniciosos, preferindo Pedro Paulo precaver-se. Profunda
privação passou Pedro Paulo. Pensava poder prosseguir pintando, porém,
pretas previsões passavam pelo pensamento, provocando profundos
pesares, principalmente por pretender partir prontamente para
Portugal. Povo previdente! Pensava Pedro Paulo... - Preciso partir
para Portugal por que pedem para prestigiar patrícios, pintando
principais portos portugueses. Paris! Paris! Proferiu Pedro Paulo. -
Parto, porém penso pintá-la permanentemente, pois pretendo progredir.
Pisando Portugal, Pedro Paulo procurou pelos pais, porém Papai
Procópio partira para Província.
Pedindo provisões, partiu prontamente, pois precisava pedir permissão
para Papai Procópio para prosseguir praticando pinturas. Profundamente
pálido, perfez percurso percorrido pelo pai. Pedindo permissão,
penetrou pelo portão principal.
Porém, Papai Procópio puxando-o pelo pescoço proferiu: - Pediste
permissão para praticar pintura, porém, praticando, pintas pior. Primo
Pinduca pintou perfeitamente prima Petúnia.
Porque pintas porcarias? - Papai, - proferiu Pedro Paulo - pinto
porque permitistes, porém, preferindo, poderei procurar profissão
própria para poder provar perseverança, pois pretendo permanecer por
Portugal. Pegando Pedro Paulo pelo pulso, penetrou pelo patamar,
procurando pelos pertences, partiu prontamente, pois pretendia pôr
Pedro Paulo parapraticar profissão
perfeito: pedreiro! Passando pela ponte precisaram pescar para poderem
prosseguir peregrinando. Primeiro, pegaram peixes pequenos, porém,
passando pouco prazo, pegaram pacus, piaus, piabas, piaparas,
pirarucus. Partiram pela picada próxima, pois pretendiam pernoitar
pertinho, para procurar primo Péricles primeiro. Pisando por pedras
pontudas, Papai Procópio procurou Péricles, primo próximo, pedreiro
profissional perfeito. Poucas palavras proferiram, porém prometeu
pagar pequena parcela para Péricles profissionalizar Pedro Paulo.
Primeiramente Pedro Paulo pegava pedras, porém, Péricles pediu-lhe
para pintar prédios, pois precisava pagar pintores práticos.
Particularmente Pedro Paulo preferia pintar prédios. Pereceu pintando
prédios para Péricles, pois precipitou-se pelas paredes pintadas.
Pobre Pedro Paulo pereceu pintando...

Permita-me, pois, pedir perdão pela paciência, pois
pretendo parar para pensar... Para parar preciso
pensar.
Pensei. Portanto, pronto: Pararei!·

Autor Desconhecido!

***

Puta-que-pariu, parada precária da porra!

HahahahuahUha