sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Depoimento brega

Lembro dos tempos em que eu assistia Top TVZ, no Multishow. Longínquos dez anos atrás, quando eu era um pivete de 13 anos. Na época, o Top era Green Day, com o Nimrod recém lançado, Pearl Jam com Do The Evolution, Aerosmith com Pink, e várias outras músicas que marcaram o final da minha infância e construíram meu gosto musical, que carrego até hoje. O tempo passou, rápido como uma música dos Ramones, e cruel como ter que ouvir uma música do Calypso inteira. E as coisas mudaram.

Depois de um bom tempo, resolvi ver a programação do mesmo canal, como anda o Top hoje. Com salvas excessões, definitivamente as coisas mudaram. Ainda existe amor pelo trabalho? Ainda existem artistas que tocam músicas que realmente compõem melodias e escrevem letras sobre temas que lhes interessam? Uma chuva de artistas que nem sabem cantar ao vivo estão pipocando no mercado fonográfico todos os dias já fazem alguns anos. Tudo músicas com letras compradas. Vai lá, canta, grava um clipe caro e bom. Vai pra casa, fim. Ora, mas essa é a essência do "pop"? Bom. Michael Jackson era mestre em compor músicas, dançar e cantar ao vivo enquanto fazia um passo inexplicável. Mas vamos combinar: Algumas músicas pops de hoje são legaizinhas, tem batida e som legal. Precisamos admitir isso.

Mas peraí, cadê o tal do pop? Vontade de voltar no tempo e colocar cianeto na água daquela Eve. Mas isso é de menos, a desgraça maior sempre está por vir. Sinto falta dela quando vejo as novas modinhas brasileiras. Até uns meses atrás, quem em sã consciência com seus deze e alguns anos (ou até nos vinte e poucos) iria ouvir uma choradeira digna de sertanejo? Parece hipocrisia: Coloque a música mais chorada do Amado Batista pra um adolescente frustrado ouvir. "Pô que porcaria". Agora coloca uma bandinha emo dor-de-corno-loser pra ouvir. "Pô, sonzeira! O vocalista bixinha sabe escrever tri bem o que sente, pô, falou com o coração, coitadinho. Como sofreu na mão da mulherada. Parece eu!" Você pode achar até a melodia boa. Mas no momento, estamos falando das letras, ok?

Pois bem! É pra falar da melodia? Aí a situação PIORA, amigo leitor. Realmente, ela se complica. Chegamos em 2007 e a situação inverte. Você já deve ter visto um caso desses:
"Ah, eu odeio essas músicas metidas a emo, é uma choradeira patética, os caras se humilham e assinaram atestado de fracassado. Sai fora!" Aposto que já ouviu algo assim. Aí sabe o que acontece? Essa mesma pessoa hoje ouve... SERTANEJO CHORADO! HA HA HA. Onde você vai, seja no subúrbio, no centro ou no condomínio fechado. Todo mundo ouvindo duplas como Vítor e Leo e outras, algumas até com nomes bizarros, longe de nome de artista como "Hugo Pena" ou do clone do Faustão. Nos meus tempos, se inventava nomes artísticos diferenciados, certo Xitão? Hilário ver como a cena muda, parece hipocrisia! De novo!!! Odeia emo chorado, mas ama sertanejo chorado. E eu pensava que Umbrella era música pentelha e grudenta com aquela "ELA ELA ELA ê ê ê" que quase funde o tímpano do pobre ouvinte. Pior é ter de ouvir choradeira brega virar pop. O mesmo que batia o pé contra o "brega" e o "cafona" hoje morde a língua, caindo na (des)graça de letras de loser para losers, bem vindo ao clube dos derrotados. Salvo quem foi íntegro suficiente pra gostar de ambos e admitir isso, ou ainda quem nunca cuspiu pra cima. Hoje, a maior fonte de informação musical do momento é a empregada, que passa o dia limpando a casa ligada numa rádio AM pegando os últimos sucessos. Ontem, era música rejeitada. Hoje é o sucesso. Mas... até quando vai durar? Até a próxima novela? Até a mesmisse tomar conta? Mesmisse? Todas músicas são meios parecidas, seja de voz como de melodia e letra, já não basta? Ela já tomou conta!

Sacanagem é você ouvir Iggy Pop, Rolling Stones e Creedence e te meterem pau porque é música velha e ultrapassada. Onde já se viu? Não ta nos tops da eMpTyV, não se deve ouvir. Evidente, pra quem tem cultura de ouvir Umbrella, realmente deve ser ridículo sair ouvindo alto no carro essa música em Janeiro de 2009, "veja, o cara tá ultrapassado, não tá ouvindo a última da Rhianna. Cara, essa música é de 6 meses atrás, não pode mais ouvir!" Imagine ouvir Elvis Presley e Beatles então, seu brega.

O velho brega de Odair José, Ronnie Von, Falcão, Wando e mestre Magal está com os dias contatos. Primeiro, porque se tornaram cult, depois de anos na masmorra. Hoje é cool ouvir som deles.
Segundo, porque o brega está ultrapassando fronteiras.


Mas como dizem, gosto é gosto. O brega virou pop. E se tocou na novela, você é obrigado a gostar. Senão, o brega é você.



Definitivamente, sou um baita, mas baita dum cafona.



*Artigo escrito ao som brega de AC/DC, álbum Highway to Hell*

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Uma letra...

Minhas férias foram boas demais, ainda estou no clima delas. Entre uma loucura e outra, momento algum deixei de procurar alguma bizarrice pra publicar no PdB. E quem procura, acha.

Esta lá, pra quem quiser ver, na Praia do Estaleiro, em Balneário Camboriú - SC.
A prefeitura de BC colocou placas alertando sobre a preservação da vegetação nativa da região:





São várias espalhadas pela costa, mas uma delas chamou atenção:





Galera não perdoa uma! Incrível!

E obrigado ao Miuz que cedeu a máquina fotográfica pra flagrar o momento.

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Fotos ridículas do Black Metal.

Direto do Ruthless Reviews, não pude deixar de aportuguesar, dar uma adaptada e publicar aqui no PdB. Sincero, e hilário.




Nossa! Vejam esses caras! Será que o cara da esquerda tem espinhos saindo das merdas das costas dele? E que porra de anzol é essa? É a Cher na direita? Acredito que eles têm planos para o menorzinho, e isso envolve correntes, cinto de tachinhas, um tubo de lubrificante e o anzol enferrujado.




Cara, Horg (em pé, baterista sueco de uma banda norueguesa de black metal chamada Immortal) está em plena forma. O cinto está para explodir, e quando isso acontecer, cuide o letal lançamento de ferros pontiagudos. E que porra Abbath (o vocalista da banda) está fazendo? Parece que será atropelado por um ônibus e e Horg, incapacitado de ajudá-lo, está gritando "nãããão!!!"



Vejam! Esse é o Rob Darken (polonês também conhecido como Lord Wind, vocalista do projeto solo e da banda Graveland), o guerreiro black metal mongol com botas de pirata! Onde está seu papagaio, Genghis?



Essa é a careta mais apavorante que já vi. Será que aquilo é uma afta no lábio dele? Herpes oral? Óbvio que o microfone é uma homenagem ao Mighty Phallus (pesquise sobre esse fungo, o Phallus impudicus). Em vez de se preparar para causar pavor e gritos, na real ele está se preparando para enfiar o pseudo-pau direto no buraco que tem na camisa de Homem-Aranha arrastão, num gesto de homoerotismo.



Esse é o IT, da banda sueca Abruptum. Mas desde quando existem índios na Suécia? Ele está parecendo uma porra de um comanche black-metal! Ou melhor ainda: John Rambo. Além disso, ele possui uma enorme faca de caça, mas ela está brilhando, ou seja: os Orcs devem estar por perto. Go, Metal Frodo, Go!



Faça rock agora, com seu pau de fora! Essa fotografia mostra o melhor que o black metal nos deu ao longo dos anos! O pobre rapaz com pau pequeno e bolas pra fora das calças. Mas no verdadeiro espírito maligno, continua mandando ver. E por que não ele? Esqueça os spikes e correntes, porque o seu pau é muito black metal.


Quando você pensa que as fotos de black metal não podem ficar mais ridículas, Abbath (ele de novo!) deixa o reco das calças aberto! Que porra é essa??? Aparentemente ele tirou toda sessão de fotografias com o zíper aberto. Esse machado é muito malvadão, mas esse reco aberto destrói qualquer possibilidade de ser mal!



Pára tudo! Desde quando é legal ter um carrasco sexual na sua banda? E o carrasco com uma merda de braçadeira feita em casa, repleta de pregos! Será que esses caras trabalham numa loja de ferragens?



PUTA MERDA! Vrangsinn (baixista norueguês da banda Carpathian Forest) está de volta! Meus olhos! Essa é a maior abominação de carne que eu já vi! Só Satan mesmo pra saber o que já foi tirado dessas merda de pernas, especialmente depois de uma noitada de cerveja barata! E que merda que o outro cara está fazendo ali?



Nunca vi ninguém do black metal fazer mais caretas que o Galder (vocalista solo, pra variar norueguês). Seja dentro ou fora do palco, ele está perpétuamente se portando como idiota, com sorrisos, grunhidos, fazendo biquinho, mostrando a língua e arregalando os olhos. É como se ele estivesse num estado constante de surpresa.



O careca faz a foto. Foi usado um tipo de tinta para parecer cadáveres falsos, um trabalho muito sério para a sessão de fotos. Agora olhe para o cara careca. Apenas olhe pra ele! Era pra ser intimidador? Ele parece um ator de kabuki rejeitado!



Esses caras parecem velhos. São todos carecas! Parece que ser careca no black metal é legal, porque ser careca quer dizer que você é malvado. Ok, mas faça o seguinte: NUNCA use camiseta da sua própria banda em fotografias dela. Simples!



Peraí! Isso são... suspensórios? Só pode estar de brincadeira. E está segurando uma foice. Ah sim, é uma porra de agricultor black metal.



Fenriz (baterista da banda Darkthrone, nem vou dizer de que país é.) é provavelmente o mais dramático dos black-metaleiros. Em TODAS as fotos, ele está de joelhos num mato com braços abertos, ou olhando para o céu, sem dúvidas amaldiçoando Jesus por não lhe dar dinheiro suficiente para gravar um álbum decente.



O que é esse urubu? Ora, vocês não enganam ninguém! E Frost, com suas braçadeiras feitas em casa com pregos de carpintaria de 10"? Sério, parece que ele pegou o trabalho de um porco-espinho.



Isso é uma nova dupla da WWF? O Hugh parece que vai dar um mergulho pra fora das cordas. E o que é aquela coisa de couro na frente do intestino dele? Andou bebendo muito Smirnoff Ice. Abbath parece que acabou de ver o velho-do-saco, não sabe se corre ou se caga nas calças.



O novo pseudo-mullet do Maniac é TUDO menos metal. Ele parece mais velho que meu pai! E aquela munhequeira com espinhos e um porco empalado na ponta? Pior propaganda de metal da história, sem dúvida. Ele faz todo o show com aquilo na mão? Ah, bela calças, bundão. Veteranos da marinha estavam fazendo liquidação?



Sensacional, existem várias outras fotos lindas de black metals, confira no google e morra de medo. Ou de rir.

Ohio que o parta

Algumas cidades do mundo com nomes duvidosos.








Enviado pelo Ticow Oliveira.

Erro Básico

O Carlos Eduardo Sigwalt, enviou um errinho básico do site da Fnac. Uma promoção mais cara que o normal.


Os famosos estagiários.

Propagandas do dia

Pra recomeçar, ainda com um pouco de preguiça pelo clima de férias e o calor infernal que tá fazendo por aqui, nada melhor do que ótimas propagandas.

A primeira, enviada pelo daniel lucas, e uma visão diferenciada do Rio de Janeiro, pela Heineken.


A segunda foi flagrada pelo Clayton Krichinak, que estava num hospital e viu uma árvore um tanto quanto "sem graça", sem cores, sem o vermelho natalino, tudo branca, mas com um propósito. O incentivo à doação de sangue.



A última foi uma sacadinha legal para o uso de camisinha. O rapaz faz sexo com um trevo de quatro folhas na mão, para tentar a sorte de não pegar nenhuma doença ou coisas do tipo.

:)

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Finalmente...

estou de volta, minhas férias acabaram e tudo retorna a rotina. Incluindo matérias para o PdB!
A partir de hoje ou amanhã, voltarei as minhas atividades normais. Estou cheio de coisas pra mostrar por aqui!
obrigado pela paciência e feliz 2009.